Claire Obscur

claire obscur

ela começou por desistir do café pela manhã
ela desistiu de ouvir música todo os dias sempre que se levantava
ela desistiu de ver cinema que tanto gostava
ela desistiu de me olhar nos olhos baixava-os para que eu não adivinhasse
ela desistiu dos amigos que falavam dela como se fosse outra não ela
ela desistiu de comprar roupa desistiu do cabeleireiro ou de coisas mais simples
como dizer bom dia ou boa tarde até logo até já
ela desistiu de falar desistiu de ir desistiu de sorrir
um dia ela disse ninguém me conhece só tu ainda restas
ela desistiu de saber os outros desistiu de ser ela
um dia ela pensou já nada vale a pena estou cansada não me apetece viver mais
(não me disse por palavras li-o nos seus olhos)
ela guardou para ela o seu maior segredo
ela guardou e desistiu de guardar amou e desistiu de amar
ela chorava todos os dias as lágrimas como fonte onde me falava dela sem falar
ela desistiu de abraçar de ter opinião de ler de escrever
ela desistiu de comunicar ela disse: au revoir
ela disse au revoir e eu não entendi

nesse fim de dia o telefone tocou e não eras tu

Comentários

Nem sempre é fácil perceber :)
Lindo texto :)
pois não, andamos todos muito distraídos ;)